Estudando Programação errado

1 minute read

Como identifiquei que sempre estudei errado…

Mais uma história dessa saga de se tornar um programador. Quando comecei na programação há alguns anos atrás, fiquei muito perdido, como assim tem um caminho a seguir, lógica de programação, depois… ai que está o depois que é o obstáculo.

Você não sabe o que estudar, o que é relevante para sua carreira, por isso que muitos iniciantes desistem ou até mesmo demoram a encontrar o caminho relevante. Imagina um iniciante estudando tudo pela frente ou pior, seguindo um passo a passo sem entender muito bem o que é o que faz e quais problemas você consegue resolver com a ferramenta.

Então essa era minha rotina diária de estudos, depois de um certo tempo conversando com meu irmão ele me mostrou uma tecnologia nova gostei dela e fui estudar-lá.

Só que tinha um problema, eu não tinha autogestão, então como ia estudar sem os controles principais foco e persistência, foi assim que fiquei por anos sem entender direito sobre o assunto, aí me tornei um programador mediano, não sabia usar a ferramenta direito e não conhecia todo o poder que a ferramenta tinha, nisso ficava bastante frustrado com minha capacidade técnica, passei por algumas empresas que pioraram minha frustração, e tinha o lado que não conseguia identificar meus erros, sempre me dedicando bastante para melhorar, depois do trabalho eu estudava bastante e nada de evoluir.

Fui entrando e saindo das empresas com a mesma frustração de não conseguir entregar algo de valor para empresa.

Na minha saga de melhorar como programador, fui para em uma entrevista com tech lead Marco, que isso é assunto para outro post.

Foi aí que descobri que meus estudos estavam errados, não tinha base lógica, nem soft skill e nem hard skill, fui descobrindo isso quando comecei a acompanhar sua mentoria, nela descobri que um programador precisa ter uma caixa de ferramenta para melhorar como profissional, depois de muito tempo que fui entender o verdadeiro caminho das pedras.

Categories:

Updated: